Um torcedor sem um time, um torcedor do esporte

É comum ver os torcedores e torcedoras adquirindo itens de seus times de coração, seja para ajudá-lo ou para demonstrar o seu amor à equipe. Mas e quando você não tem um time do coração e adquire diversas camisas de vários times de futebol americano espalhados pelo Brasil? Esta é a história de Fábio Alacoque, um torcedor do esporte.

Mineiro, de 37anos e morador do bairro São Francisco na cidade de Belo Horizonte, Fábio Alacoque é sempre reconhecido por torcedores, atletas, comissão técnica e membros da diretoria dos clubes, seja nas redes sociais ou quando comparece aos jogos de futebol americano, por seu carisma e amor ao esporte de forma genuína. Diferente da grande maioria, Fábio não possui um time pelo qual torça, e ainda assim é um dos maiores colecionadores de jerseys / camisas de passeio do País. 

E em entrevista a Touchdown Mineiro, nos fala sobre a sua paixão pelo esporte.

Quando e como foi  que você conheceu o futebol americano?

Antes eu olhava um lance ou outro, achava legal, mas nunca tinha me interessado de fato pela modalidade esportiva. Até que em 2017 assisti ao Super Bowl LI entre Patriots x Falcons. Achei muito bom e comecei a me interessar e acompanhar.

No Brasil, desde quando você acompanha o esporte?

Foi depois que me encontrei com um rapaz que estava indo treinar no Piratas da Serra, e ele me falou que o esporte no País estava crescendo, me contou um pouco sobre os campeonatos dentre outras coisas. Desde então eu comecei a entrar em contato com os atletas, membros da comissão técnica e diretoria nas redes sociais, e o interesse cresceu. Como tem os jogos no Sesc Venda Nova, comecei a ir em todos os jogos sempre que o trabalho permitia. Depois acabei indo a outros lugares para assistir as partidas, sejam fullpads, no pads ou flag, inclusive fora de Belo Horizonte. E após os jogos sempre reúno o pessoal para tirar algumas fotos e registrar os momentos.

Você tem algum time de coração na NFL? E no FABR?

Sou torcedor do Pittsburgh Steelers e apaixonado. Possuo alguns itens de colecionador da equipe e a única coisa que ainda não tenho é uma camisa, por incrível que pareça. Gosto deles por sua história e pela história do norte dos E.U.A. No Brasil eu não tenho um time especifico que eu seja torcedor, mas se eu tivesse que escolher um, seria com o Araxá Red Wolves. Admirei muito a determinação e a luta deles em tentar conseguir dinheiro para vir disputar os playoffs na Copa Minas do ano passado e representar a sua cidade. Mas no geral, não tenho nenhum time do coração, porque eu sou fã é do esporte.

Quando e como aconteceu de você colecionar jerseys / camisa de torcedor do FABR?

A paixão surgiu do nada. Eu comecei a acompanhar os times, achava bonitas as camisas e queria ajudar as equipes de alguma forma. Procurei a diretoria, os fornecedores e fui comprando. A primeira foi a do Minas Locomotiva (América Locomotiva). Eu me lembro que fui duas vezes no mesmo dia no treino deles para tentar comprar a camisa, até que consegui comprar a que eu queria. De todas que eu tenho, somente uma eu ganhei e foi justamente do Araxá Red Wolves com o autógrafo dos atletas. Meu desejo hoje é ter o maior número possível de camisas e jerseys dos times de futebol americano no Brasil.

Atualmente, quantas camisas você possui e quantas ainda estão para chegar? De quais times você possui a camisa / jersey?

Hoje tenho vinte e oito camisas / jerseys, e estou na esperando mais sete chegarem. Tenho de equipes fullpads, no pads e flag, pois não faço distinção das categorias no esporte. As que eu possuo são:

Brasil Onças 81
Brasil Onças 99
JF Imperadores 99
Taquaritinga Defenders 82
João Pessoa Espectros 83
Vasco Patriotas 40
Vila Velha Tritões 6
Ceará Caçadores 12
Tropa Campina 12
Bicas Maquinistas 66
Minas Locomotiva 18
Minas Locomotiva 85
Maceió Marechais 34
POA Gorillas 93
Flamengo Imperadores 69
Araxá Red Wolves 33 (autografada)
Recife Mariners 31
Itajaí Dockers 46
Ouro Branco Dark Knights 11
Angra Destroyers 89
Piratas Da Serra 25
Abutres FA 75
Abutres FA 57
Guarani Indians 78
Macaé Oilers 15
Coritiba Crocodiles 85
Pro Bowl 46
Pro Noel 51
Red Wolves 33 (Black)
Red Wolves 48 (Iron Man)
Marginals – 37
Guardians – 38
Uberlândia Lobos – 72
Porto Velho Miners – 63
Sergipe Redentores – 92

O que significa futebol americano, para você?

Um esporte democrático, onde não existe a estrela do time, pois um depende que o outro faça a sua parte para que o time seja o melhor. Onde independente da sua classe social, religião, cor de pele, região, sexo, se é magro ou gordo, se é alto ou baixo dentre outras coisas, essas pessoas podem participar de um time. É engajar-se em projetos sociais nas comunidades onde atuam, e são vários os times de futebol americano aqui no Brasil que fazem isso. É família, companheirismo, amizade, é a conexão entre pessoas em prol de algo maior. Agradeço a Deus por estar conhecendo o mundo desse esporte tão fantástico.

2 thoughts on “Um torcedor sem um time, um torcedor do esporte”

  1. Espetacular… Obrigado de coração Thiago PH Martins e toda equipe do Touchdown Mineiro por essa brilhante matéria. Se não fosse vcs… Não teria sentido tudo isso!

  2. Foi graças a esse Camarada que eu consegui realizar o sonho de ser um atleta e participar de um campeonato profissional. Fábio, vc é foda! Tmj brother!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *