BRUISER ANUNCIA A MGFL, A MAIS NOVA COMPETIÇÃO DE NÍVEL ESTADUAL

A Temporada de 2020 do FABR e do FA Mineiro começou agitada antes mesmo das equipes entrarem em campo para as suas respectivas estreias. Isso tudo devido ao anúncio da Bruiser Football Gear sobre a criação da MGFL – Minas Gerais Football League, uma competição a nível estadual sem a chancela ou vínculo com a Federação Mineira de Futebol Americano (FEMFA).

A Touchdown Mineiro conversou com Gabriel Ribas, CEO da Bruiser a respeito do novo campeonato.

Bruiser – MGFL

TDMG: Por que a criação deste campeonato?

Gabriel Ribas: A forma como está sendo conduzido o campeonato mineiro fará com que o esporte demore muito a se desenvolver em nosso estado. A FEMFA tem a responsabilidade mais do fomento, da filantropia, e quer se desenvolver. Porém, a forma como a federação age é mais lenta e comigo será mais rápido o processo.

TDMG: Qual o interesse para o desenvolvimento rápido do esporte?

Gabriel Ribas: Porque eu vendo equipamento de futebol americano. O esporte está decrescendo e com isso vejo o aumento dos custos para os times.

TDMG: Foi feita uma proposta formal para a FEMFA?

Gabriel Ribas: Sim e enviado em papel timbrado. Porém, após alinhamento com os meus sócios retiramos a proposta, pois a ideia era ter um contrato com a FEMFA por 10 a 15 anos, mas por lei a federação não pode assinar um contrato maior do que a duração da gestão atual.

TDMG: E qual foi a proposta feita por você a federação?

Gabriel Ribas: Um investimento de 40 mil reais e em contrapartida teria o controle do campeonato, que passaria a ser da Bruiser para fazer o melhor para o desenvolvimento do negócio. A federação estava interessada, mas havia pontos nos quais não estava de acordo. A FEMFA fez a contraproposta e após isso tivemos uma reunião com os sócios e por questão de prazo mencionado na pergunta anterior nós não fechamos com a federação.

TDMG: E quais equipes irão participar da MGFL?

Gabriel Ribas: Ainda estamos em negociação com alguns times, mas quatro já estão certos que estarão conosco e em breve iremos informar a todos.

TDMG: E o que a você está oferecendo as equipes?

Gabriel Ribas: Inicialmente, 40 mil reais para os times visando minimizar os seus custos da participação no campeonato. A Bruiser, entretanto, pretende controlar estes gastos apresentando os respectivos demonstrativos. Mas ainda iremos fazer uma reunião para discutir sobre este ponto.

Até o momento da edição final desta entrevista não haviam sido informadas as datas de inicio e término da MGFL, tampouco o formato da competição. A FEMFA também, até o momento da divulgação desta matéria, não fez pronunciamento sobre a realização do Campeonato Mineiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *